A cirurgia do contorno corporal visa restaurar o equilíbrio e a harmonia uma vez quebrados seja por oscilações de peso, gravidez, ou flacidez músculo-aponeurótica. Essas alterações, isoladas ou associadas, levam a um abdome abaulado (protruso), com excesso de pele, acúmulo de gordura variável e perda da cintura. Mesmo com boa indicação, exercícios físicos e dietas balanceadas não conseguem corrigir essas alterações com eficiência, sendo necessário correção cirúrgica associada.

Durante a consulta, o cirurgião deve avaliar adequadamente as deformidades, isoladas e em conjunto, para definir a proposta cirúrgica mais adequada de forma indivualizada. Existem diversas classificações para os tipos de deformidades abdominais e um tratamento ideal para cada uma.

A abdominoplastia procura restaurar a anatomia da parede abdominal, corrigindo o afastamento e flacidez da musculatura e removendo o excesso de pele e de gordura, com o objetivo de um contorno mais jovem e sem estigmas de cirurgia. Pode ser associada a lipoaspiração em casos selecionados, otimizando os resultados.

A cicatriz da cirurgia plástica abdominal é posicionada em cima do púbis (igual a da cesárea), prolongando-se para as laterais. O objetivo é que ela fique escondida quando a paciente estiver de biquini. Um dos grandes diferenciais para essa cirurgia é atingir um resultado natural, sem o aspecto de “esticado” e evitando um umbigo estigmatizado. Para isso utilizamos uma técnica que diminui a tensão e permite que a cicatriz do umbigo fique escondida e aspecto natural com o passar dos anos.

Em alguns casos as pacientes possuem hérnias associadas, que devem ser investigadas e tratadas no mesmo tempo cirúrgico. Pode haver a necessidade de cirurgia conjunta com um cirurgião geral nesses casos.

Existem pacientes que apresentam características do abdome que não se encaixam na indicação da abdominoplastia clássica e também não se beneficiam da lipoaspiração como forma única de tratamento. Nesses casos podem ser indicados o mini-abdome, ou abdominoplastia com cicatriz reduzida associada ou não a lipoaspiração.

Existem pacientes que apresentam características do abdome que não se encaixam na indicação da abdominoplastia clássica e também não se beneficiam da lipoaspiração como forma única de tratamento. Nesses casos podem ser indicados o mini-abdome, ou abdominoplastia com cicatriz reduzida associada ou não a lipoaspiração.

WhatsApp chat